Acompanhar este blog

domingo, 3 de janeiro de 2010

A pedra do meu caminho

Quem não conhece a pedra do caminho de Drumond?

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

(Carlos Drummond de Andrade)


Mas eu também tenho uma pedra.
Esta é a pedra do meu caminho


No meio do caminho encontrei uma moça,
Na mão da moça tinha uma pedra,
A moça tinha pincel e tinta e pintou a pedra.
No meio do caminho eu ganhei a pedra.

Essa é a pedra do meu caminho.
E agora eu tenho uma pedra, uma pedra no meu caminho.

E nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas

Nunca me esquecerei que no meio do caminho tinha uma moça
tinha uma moça no meio do meu caminho...

.................................................................................

13 comentários:

  1. OOOOIIIII!!! Feliz 2010 denovo e denovo... seu cartão ainda não chegou, tô esperando. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Estela, que surpreendente e garcioso o poema da moça que tinha uma pedra na mão. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Que Lindinho, e que Linda sua Pedra amiga.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Sempre que aqui venho minha alma se eleva. Parabéns pelo texto e um belo ano 2010 para você.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Passando para deixar um abraço e avisar que meu Bloginho está completando 1 aninho!
    Gostaria da sua presença, comemore comigo deixando sua marquinha...
    Também ofereço meu Selinho, se gostar, pode levá-lo com você!
    Beijos ♥
    Isabella,
    www.talkisabella.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, Estela!!!

    Pedra.
    Simbolo perfeito da dificuldade humana e dos imprevistos, projetando o inesperado a qualquer momento.
    Como diz a canção de Roberto Carlos:" Toda pedra no caminho você tem que retirar "
    Retire a pedra com sabedoria.
    Querida amei essa pedra pintada, uma obra de arte .
    Bjokinhas doces º..º

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua pedra!!!
    Feliz 2010!!!!!!!!!!!!!!
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Estela, que lindo... Pedra e texto! Que criativo. Taí, gostei!

    meu carinho
    tais luso

    ResponderExcluir
  9. Aproveito para recomendar o blog: www.seteramos.blogspot.com lá você encontra um excelente texto em homenagem a Grabriela Mistral. Vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  10. Estela que lindo poema
    Boa semana e bjs meus e ron..rons da Kika

    ResponderExcluir
  11. Oi Estela, tudo bem?
    Estou sentindo sua falta..
    Te convidei para minha festinha de 1 ano e você não apareceu! Estou te esperando...
    Tem selinho novoo! O Selo Compartilhar (indiquei para você) e o de 1 ano do Blog da Bellinha!
    Venha buscar!
    Beijos
    Isabella,
    www.talkisabella.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Linda pedra, Estela, lindo poema! Encantei-me pelo post e pela pedra. Se Drummond pudesse ler acredito que também se encantaria.
    Bjs

    ResponderExcluir